Como a Tecnologia pode alterar o ambiente corporativo

13 de outubro (3)

19 setembro 2017 Marcelo Gualberto Comentários desativados em Como a Tecnologia pode alterar o ambiente corporativo Artigos, Ferramentas, Página Principal, Uncategorized

A tecnologia existe para solucionar problemas, facilitar e agilizar os processos, não da pra negar que estamos passando uma revolução digital e consequentemente uma transformação social, o modo como as pessoas se relacionam, a maneira como as informações são disseminadas e o modo como são recebidas também foi alterado ao longo do tempo, modificando toda a dinâmica social.

Um outro ponto que deve ser levado em consideração, é a mescla de gerações, pessoas que tiveram que se adaptar a novas tecnologias ao uso de computadores e outras que já nasceram com as máquinas em suas casas, o que pode em algum momento desenvolver algum conflito seja de comunicação ou de aceitação por algumas das partes.

Com isso vamos discutir neste artigo, um tema de extrema importância e totalmente atual: Como a tecnologia altera o ambiente corporativo e como mesclar o comportamento humano com a automação de processos. 

SISTEMA PARA RH

 

O MEDO DO DESCONHECIDO:  O medo do que está por vir é natural de todo ser humano, em qualquer situação, seja ela na vida particular ou no cotidiano da empresa, quando uma novidade chega na empresa, é natural uma apreensão, ainda mais com um novo sistema ou algo que altere drasticamente o modo como as rotinas administrativas são feitas, mas não deve ser impedimento para que a inovação chegue, considerando a importância de se manter competitivo frente a tantas mudanças.

  A tecnologia como diferencial competitivo, é uma peça fundamental para o bom funcionamento de uma empresa e de como os resultados serão mantidos ou maximizados. 

A utilização de sistemas, plataformas de conexão, para identificação de rotinas administrativas, de suporte e desenvolvimento são fundamentais para que a empresa possa se desenvolver e criar um cotidiano de bons resultados. Quando há tecnologia, há disseminação de resultados e potencialidades- Lembre-se disso.

Outro ponto que deve ser amplamente discutido, no que diz respeito a tecnologia nos departamentos da empresa é a substituição do capital humano pela tecnologia, um medo que existe em todas as áreas, porém que se levado em consideração, pode alterar o modo como as pessoas se relacionam, os benefícios que trazem para a empresa, além do próprio método de administrar no geral.

No que está relacionado ao setor de recursos humanos, o medo do avanço da tecnologia e das capacidades que a mesma traz para a empresa parece ser um tanto quanto comum, no CONARH deste ano, foi muito discutido a necessidade que o setor tem em se automatizar, em sair da rotina de planilhas e rotinas morosas, que não agregam e não dão forças as estratégias de crescimento organizacional.

Vamos exemplificar: Por que em vez de utilizar um sistema como o Gestão de Desempenho, que agiliza os processos de avaliação de desempenho, cria planilhas automáticas de resposta em relação ao cumprimento de metas estabelecidas e desempenhadas, apresenta todo um suporte em relação a tudo que envolve ao plano de carreira do colaborador é negado? E as pessoas continuam a demorar meses para algo que com o sistema demoraria 10 dias ou menos?  Bom, eu não sei explicar, você sabe?

O tipo de relacionamento e desenvolvimento que a tecnologia produz não vai retroceder, pelo contrário, vai cada dia aumentar e ultrapassar fronteiras, você já ouviu falar sobre internet das coisas? . O que você e todos nós podemos fazer é nos adequarmos a este cenário, inserir a tecnologia para descobrir outros caminhos de permanecer competitivo no mercado, acertar o modo como a conectividade é repassada aos colaboradores e todos os stakholders, para que assim haja uma sinergia em relação aos processos da empresa em que você atua. 

Bom, para finalizar indico aqui, alguns artigos e vídeos relacionados a tecnologia no cotidiano das empresas e quais as vantagens de automatizar os processos gerenciais:

 

 

Tags: , , ,

Like this article? there’s more where that came from.